Cair no Espírito não é do Espírito

Mas então alguém pode vir dizer: Os fariseus também disseram que o poder e a obra de Jesus eram demoníacos! Quanto a isso, sobre Jesus, tudo estava profetizado há mais de mil anos antes dele aparecer! Do começo ao fim de sua vida, tudo que fora profetizado sobre ele se cumpriu! Bastava aos mestres da lei abrirem mão de seu orgulho e observarem os fatos! Bastava observarem as escrituras!

Mas antes, durante sua vida e após Jesus subir aos céus, surgiram profecias concernentes ao nosso tempo, e elas focam muito na apostasia! Elas deixam claro que muitos falsos profetas iriam surgir, e que a Sã Doutrina seria deturpada, e que muita gente não agüentaria viver só com a Sã Doutrina e buscaria mestres e doutores de acordo com o que querem! Não é exatamente isso que vemos? A simplicidade do evangelho, como também as tradições dos apóstolos estão sendo derrubadas pelos novos apóstolos! Muitas pessoas estão abandonando a simplicidade do evangelho para viver um cristianismo regrado a emoções e rituais sem fim!

Assim como os fariseus poderiam ver seu erro ao ler as escrituras, assim muitos hoje o fazem ao se lançarem em todas essas doutrinas demoníacas, pois em nenhum momento, esses novos apóstolos ensinam às suas ovelhas a testarem os espíritos, apenas a se deixarem conduzir!

Recapitulando o que foi dito anteriormente, o cair no Espírito não é do Espírito porque: o próprio criador do movimento disse que não é; não há precedente na Bíblia do que se vê nas igrejas; situações semelhantes aconteceram de forma rara e eram acompanhadas por visões e pela manifestação indubitável de Deus (aparecendo Ele mesmo ou anjos enviados por Ele), e não semanalmente e induzidas por um ícone; em situações semelhantes as pessoas estavam em espírito e caíam para frente e logo após eram levantadas; não há frutos claros e evidentes nesta prática; os líderes dessa prática frequentemente publicam livros contendo dezenas a centenas de heresias; a interpretação bíblica desses líderes comumente distorce ou contradiz a interpretação de estudiosos especializados; se fosse mesmo de Deus tudo já estaria muito claro e não haveria mais dúvidas ou debates sobre isso (já que o tema é frequente); não há preocupação alguma com o discernimento!

Termino então, com a seguinte pergunta: Qual a vantagem de levarmos a luz para o mundo, se depois aprisionamos as novas almas nas trevas do erro?

Anúncios

Publicado por

Evandro J.R. Silva

É Doutorando em Ciência da Computação. Convertido desde os 6 anos de idade, a partir dos 15 anos começou a ler e estudar a Bíblia autodidaticamente. É membro de uma Igreja Batista. Gosta bastante de jogos eletrônicos e de ler, principalmente sobre apologética e literatura fantástica. Tem como gosto musical preferido o metal sinfônico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s